Brincadeiras para as férias das crianças



A paz do Senhor Mulher Virtuosa!
Como vocês sabem, tenho três filhos: A Ingrid com 12 anos, o Daniel, com 07 e a Larissa, com 02 aninhos. E diante do momento das férias (eles não entraram de férias no mesmo período), vi a necessidade de adaptar brincadeiras no nosso dia-a-dia. Até porque, meu filho do meio, o Daniel, sempre me cobra participar das brincadeiras. Em meio às aulas da faculdade, curso de teologia e organização da casa, tento me equilibrar para cuidar de tudo um pouco. 




Pesquisando na internet brincadeiras para ocupar os pequenos nas férias, pude encontrar:
  • Elefantinho colorido: Um participante diz "Elefantinho colorido!". Os outros respondem "Que cor?". Ele fala a cor, e os outros correm para tocar em algo daquele tom antes que o "elefantinho" consiga capturá-los.
  • Mãe da rua: Exige agilidade! Uma criança (a mãe da rua) fica entre dois riscos, distantes 5 metros, e as equipes ficam atrás das linhas. Quem for pego ao cruzar a "rua" é eliminado. Ganha o time que atravessar mais participantes.
  • Corrida de saco: As crianças têm de correr pulando dentro de um saco de batatas vazio. Haja equilíbrio!
  • Vôlei de roda: Não tem peteca? Pegue uma bola para brincar de vôlei. Não vale deixar a bola cair!
  • Acampamento: Que tal juntar todos na sala para dormir? A mudança de rotina já vira a brincadeira. Espalhe os colchões e os cobertores!
  • Brincar de aniversário: "Com minhas meninas, eu fazia o aniversário das bonecas: uma festa que parecia de verdade"
  • Corrida do ovo: Um desafio à coordenação! Cada competidor segura com a boca uma colher com ovo. E tem de vencer a corrida sem deixar cair!
  • Massinha: É uma delícia modelar formas diversas!
  • Dominó: O jogo trabalha conceitos de matemática e estratégia. E toda a família pode jogar. Não se lembra das regras? Dê uma olhadinha neste link: http://abr.io/2Kt
  • Ler: Ler com seu filho estimula a imaginação e raciocínio. Mas nós, Mulheres Virtuosas, sabemos que a leitura principal é a da Palavra de Deus. Estimule seu filho a ler pelo menos um versículo por dia e peça-o para dizer o que entendeu. É uma forma de acostumá-lo a leitura diária e relacionamento com Deus.


As crianças tem energia de sobra e faz parte da natureza delas. Não adianta pedir para ficarem quietos aqueles que são mais ativos. Procure desenvoler atividades que gastem essas energias e que de preferência sejam educativas e usem o raciocínio. Procure também sempre orar antes das brincadeiras para que eles saibam que tudo o que venhamos a fazer temos de dar graças.
"Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus.  
 1 Coríntios 10:31

Queremos te conhecer!

Olá leitoras amadas,
Tenho pedido a Deus direção para dar continuidade a alguns projetos do blog e para dedicar mais tempo a ele. No entanto, pra começar a melhoria, o importante é conhecer quem passa por aqui. Por favor, responda a pesquisa para que eu possa entendê-la melhor. 
Um abraço carinhoso,


A paz que excede todo o entendimento


"E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus. (Fp 4:7)
A dor, quando não exprimida, muitas vezes causa enfermidades emocionais e físicas.  Hoje em dia, vivemos em uma sociedade em que prioriza o imediato, não se importa mais com valores e busca o prazer efêmero nas coisas dessa terra. A globalização causada pela internet e pelas redes sociais acabou trazendo uma onda de comparação entre as pessoas; o que nos leva a perceber que alguns que antes estavam satisfeitos com sua vida, hoje já não mais porque começaram a se comparar com seus "amigos" nos sites de relacionamento, onde vemos muitas pessoas ali, passando uma imagem de uma vida ilusionária. A dinâmica do mundo hoje leva os seres humanos à uma incerteza sobre o seu futuro. Profissões mudam o tempo todo, filhos são influenciados cada vez mais para valores inversos ao da Bíblia, leis que são decretadas em favor de uns e prejuízo de outros... e por aí vai. A palavra de Deus diz que o mundo jaz do maligno (I João 5:19).
Ter paz hoje em dia em meio a todos esses acontecimentos parece algo impossível. Mas aquele que consegue enxergar com olhos espirituais as promessas do Senhor, alcança misericórdia e renova suas forças através do Espírito Santo e consegue sobrevoar os problemas e as tempestades como a águia (Isaías 40:31)
Você, que está agora lendo esta palavra, saiba que Deus tem uma paz para o seu coração. Aquela que excede a sua expectativa! Esse problema que você está passando não é eterno! O Deus altíssimo, Aquele que contempla seu deitar e seu levantar está dizendo hoje: "entrega nas minhas mãos e te darei a vitória!" Ele é o Senhor dos exércitos e nunca perdeu uma batalha. São inúmeros os problemas que a humanidade enfrenta todos os dias. São os sinais da volta de Cristo. Ele está vindo buscar a sua igreja (que somos nós e não templos edificados pelo homem). Prepare-se para esse grande dia. Eleve seus pensamentos ao alto e comece a priorizar a sua santidade, a sua salvação. E você verá que, ao aumentar a sua intimidade com Deus, todas as tribulações aqui na terra desaparecerão. Não como mágica, mas o Senhor livrará os nossos corações da inquietude maligna que traz desespero e enfermidades. Fiquem na paz, que Deus nos abençoe!
Com carinho.

Armadura de Deus



 "Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais 
resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes. 
Efésios 6:13

Ninguém está livre dos dias maus. Jesus mesmo disse: "Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo". (João 16:33)
A Palavra nos mostra que as dificuldades são inevitáveis, porém a vitória é certa. No entanto, há um detalhe para ser considerado: o uso da armadura de Deus é necessária para que possamos resistir e ficar firmes. Somos fracos e pecadores. Não possuímos auto-suficiência para nos manter de pé. E quando tentamos sozinhos entrar em uma luta espiritual, certamente sairemos derrotados. Mas a Bíblia é clara: Não podemos fazer nada sem Jesus: "Estai em mim, e eu em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim."(João 15:4)  E por mais que nossa teimosia insista, uma hora nos rendemos ao Senhor e à sua majestade. Veja porque precisamos da armadura de Deus. Ela representa:

Centurão da Verdade- Satanás luta usando mentiras. Ás vezes as suas mentiras soam como verdades. Mas somente os cristãos têm as verdades de Deus que podem vencer Satanás.

Couraça da Justiça- Satanás ataca frequentemente o nosso coração - o centro das nossas emoções - dignidade e confiança. A justiça divina é a armadura do corpo que protege nosso coração e assegura a aprovação de Deus. O Senhor nos aprova porque nos ama... Por isso enviou Seu Filho para morrer por nós.

Sapatos da prontidão para divulgação do Evangelho- Satanás deseja nos convencer de que relatar as Boas-Novas é uma tarefa inútil e desprezível que o peso dessa tarefa é muito grande e que as respostas negativas serão demasiadamente difíceis de ser controladas. Mas os sapatos que Deus nos deu representam a motivação para seguir proclamando a verdadeira paz que está disponível em Deus, e somente Nele. Essas são as boas novas que todos precisam de ouvir.

Escudo da Fé- O que vemos são os ataques de Satanás sob a forma de insultos, reveses e tentações. Mas o escudo da fé nos protege sobre as setas inflamadas e invisíveis do diabo. Sob a perspectiva divina, tornamo-nos capazes de enxergar além das nossas circunstancias e saber que a suprema vitória é nossa.

Capacete da Salvação- Satanás deseja que tenhamos dúvidas a respeito de Deus, Jesus e da salvação. O capacete protege as nossas mentes para que não tenhamos dúvidas em relação à obra que Deus realizou para nós: A nossa salvação.

Espada do Espírito/Palavra de Deus- A espada é a única arma de ataque nesta descrição da armadura divina. Existem momentos em que precisamos de tomar uma atitude ofensiva contra Satanás. Quando somos tentados, precisamos confiar na verdade, que é a Verdade de Deus - A Sua Palavra.

Que Deus abençoe,
Até a próxima, com carinho,


Organizando a área de serviço

Imagem: reprodução Google
Isole o ambiente

Apesar de ser uma recomendação quase impossível para os projetos dos apartamentos atuais, o ideal é que a lavanderia não fique grudada na cozinha, para que as roupas lavadas não fiquem com cheiro de comida.
Se este for o caso, coloque uma porta entre a cozinha e a lavanderia.

Escolha o piso adequado

Escolha pisos resistentes à água e deixe uma base de alvenaria de aproximadamente 10 centímetros para os armários que estiverem próximos ao chão. Assim, eles não estragam com a umidade.

Verifique a ventilação

A área deve ser muito bem ventilada para que as roupas possam secar bem. Para isto, a presença de uma boa janela é fundamental, pois ela garante ventilação e iluminação natural.

Certifique-se de que o varal fique bem perto da janela.
Planeje uma janela que tenha um tamanho igual à pelo menos um quinto do total da área de serviço.

Verifique a iluminação

Use lâmpadas fluorescentes, pois iluminam melhor e não esquentam.

Certifique-se que o tanque, a máquina de lavar e de secar e a tábua de passar roupa recebam boa iluminação.

Ao planejar a área de serviço, lembre-se de colocar uma tomada para cada eletrodoméstico.
Não sobrecarregue a parte elétrica utilizando adaptadores de tomada.

O ideal é já pensar na disposição dos aparelhos antes de começar a construção.
Se já tem uma lavanderia com tomadas insuficientes e mal distribuídas, chame um eletricista.

Deixe as áreas de passagem livres

Coloque ganchos para pendurar as vassouras e rodos.

Coloque os cestos de roupas, material de limpeza e baldes em armários.

Instale prateleiras caso não tenha armários suficientes.

Deixe os armários, máquinas e o tanque encostados na parede para não atrapalhar a movimentação no ambiente.

A tábua de passar roupa deve ser do tipo que pode ser recolhida quando não está sendo usada, para não ocupar espaço.

Os varais internos também devem ser do tipo que suspensos.

Organize os objetos de modo prático

Tenha pelo menos dois cestos grandes separados. Um para roupas sujas e outro para roupas limpas.
Além disso, coloque um cabideiro, próximo à tábua de passar, para pendurar as roupas passadas.

Existem também suportes para se pendurar o ferro e a tábua de passar juntos, assim ficam em um só lugar e ocupam menos espaço.

O ideal quando for guardar os produtos de limpeza é já deixá-los organizados por tipo e utilização: detergentes, limpeza pesada, etc.

fonte: www.organizesuavida.com.br